Como fazer uma boa pesquisa de clima organizacional?

Primeiramente, antes de falarmos como melhorar o clima de sua empresa, é necessário compreender o conceito de Clima Organizacional. Vamos lá?





Ele é nada mais é que o sentimento geral da equipe em relação à empresa, formado pela somatória das percepções que cada pessoa tem a respeito dos elementos que estão atrelados as rotinas de trabalho, esses elementos podem ser:


  • Remuneração;

  • Equipamentos;

  • Conforto;

  • Aprendizado;

  • Liderança; etc...

O modo como esses elementos são estruturados e vivenciados na empresa pelos colaboradores nas rotinas de trabalho é o que que vai gerar as percepções de cada um a respeito do ambiente corporativo. O clima organizacional tem o poder incentivar e encorajar a equipe de trabalho a se sentir seguro, confiante e com vontade de crescer ou pode causar medo, desconforto e desmotivação.


c Importante não confundir Clima Organizacional com Cultura Organizacional

O primeiro, como dito anteriormente, fala da percepção das pessoas sobre as políticas internas, processos e práticas.

Já a cultura representa a somatória dos valores que orienta as ações de uma empresa que, se bem trabalhados e estimulados, geram o crescimento de uma organização.

Entender o clima atual explica por que a cultura está alinhada ou não com o que a empresa quer. Os dois conceitos se relacionam muito servindo de insumo um para o outro.


Ficou mais claro agora?


Para não confundir vou lançar um exemplo.


Imagina que sua equipe está com Índice de Turnover alto (rotatividade da equipe), Produtividade diminuindo e Atrasos de tarefas aumentando. O resultado desses indicadores certamente não são o esperado pelos gestores pois, percebe-se que há atitudes equivocadas que estão gerando resultados insatisfatórios.


Várias vezes esses comportamentos prejudicam inclusive o próprio colaborador, que vê as coisas ficando mais difíceis e muitos feedbacks de melhoria, mas não percebe como parte daquilo vem de como está encarando sua rotina.


Para compreender as causas por trás desses comportamentos tem-se a Pesquisa de Clima Organizacional.


Ela irá apontar quais os pontos positivos e quais os pontos negativos que os colaboradores enxergam no ambiente de trabalho. Para com isso reforçarmos os positivos melhorar os negativos.


Tendo em mãos os aspectos do ambiente corporativo, é possível criar ações de manutenção dos pontos positivos e de resolução dos negativos.


Esses planos de ação tem o objetivo de direcionar novamente a equipe para estar alinhada com a Cultura Organizacional através de seus símbolos, sistemas e comportamentos.


(Fonte: Giphy | Reprodução)


Agora que sabemos a distinção Clima x Cultura, vamos entender o que é essa tão falada Pesquisa de Clima, ela nada mais é do que uma ferramenta de RH estratégico que nos possibilitar identificar como está o ambiente interno da empresa.


Essa pesquisa é montada e enviada para os colaboradores com afirmativas avaliativas, os resultados obtidos irão gerar um diagnóstico do clima.


Para facilitar sua análise as afirmações são agrupadas em segmentos, e a partir daí são feitas várias afirmações abordando diferentes aspectos desse mesmo elemento.


As respostas são dadas por uma escala geralmente entre 1 e 5 contendo nível de intensidade (1 para discordo totalmente/sempre acontece e 5 para concordo totalmente/nunca acontece).

EXEMPLOS DE AGRUPAMENTOS PARA ANÁLISE:

  • Remuneração e benefícios,

  • Relação com gestor direto;

  • Confiança no futuro desempenho da empresa;

  • Confiança na liderança da empresa;

  • Equipamentos utilizados;

  • Estrutura física disponibilizada;

  • Ambiente de desenvolvimento (presença de feedbacks frequentes e expectativas/metas claras).

BENEFÍCIOS DE TER UM DEIAGNÓSTICO SÃO MUITOS COMO:

  • Produtividade – seu aumento está relacionado à satisfação e bem-estar no trabalho, pessoas com alto nível de estresse e burnout têm uma queda acentuada de desempenho. Funcionários feliz produzem mais, vende mais e inovam mais.

  • Rotatividade – sua diminuição se relaciona com o quanto o colaborador valoriza o clima da empresa e leva isso em consideração ao pensar em ir para outra local, muitas pessoas consideram outros aspectos mais importantes como saúde mental antes do aspecto financeiro.

  • Retenção de Talentos – seu aumento é consequência das ações desenvolvidas a partir das análises geradas, assim é possível criar estratégias para mantar um ambiente incentivador e benéfico para os colaboradores permanecerem.

Antes da aplicação da pesquisa de clima, é preciso fazer o planejamento de todo o processo para que ele seja eficaz.

Ter bem definido qual o objetivo da pesquisa é imprescindível para entender que tipo de informações que precisam ser coletadas. Por exemplo, se a pesquisa visa compreender por que os colaboradores estão se comportando de um determinado modo ou se quiser medir a satisfação em diferentes setores.

Com os objetivos em mente, a estrutura da pesquisa pode ser montada, recomendamos utilizar o método Survey em formato de questionário online que é muito prático tanto para coletado quando para análise de dados, muitos passam a tabulação de dados para o Excel.

CHECKLIST BÁSICO ANTES DE COMEÇAR A PEQUISA:

  • Em quais departamentos ou pessoas serão aplicados;

  • Responsáveis pela aplicação e análise;

  • Qual a plataforma será usada;

  • Quando e quanto tempo de duração;

  • Qual o período para análise;

  • Quando e como será apresentado os resultados.


É ESSENCIAL comunicar internamente o propósito da pesquisa, seus objetivos, como deve ser respondida, prazo final de aplicação e data de divulgação dos resultados.


Para haver o número máximo de adesão as pessoas precisam estar cientes e seguras de que poderão ser sinceras sem sofrer nenhum tipo de represália. Sendo assim, o melhor é que ela não peça identificação do colaborador. Se a empresa for muito pequena ou com setores com uma ou duas pessoas, nem perguntar o setor.


Se a sua empresa não tem a cultura de realizar periodicamente pesquisa de clima será necessário levar um tempo maior na explicação dos motivos da pesquisa. Pode-se enviar em e-mail em massa comunicando a ação ou até fazer o comunicado de modo presencial, sempre importante mostrar transparência e estar aberto a responder dúvidas.


Após a comunicação é hora de enviar a pesquisa aos colaboradores e realizar a coleta de informações. O ideal é que todos respondam a pesquisa, líderes e liderados. Recomendamos que a pesquisa seja voluntária.


Algumas empresas oferecem algum tipo de benefício para os participantes para ajudar a aumentar a participação.


Recomendamos um prazo de duração de até 15 dias.


Depois da aplicação vem uma das partes mais importantes, a análise dos resultados, que gerará os encaminhamentos necessários para melhorarmos o clima organizacional ou fazer a manutenção dele.


Ela irá depender do modo como a pesquisa foi estruturada. Se as afirmativas foram agrupadas e as respostas configuradas para serem objetivas ficará mais prático para fazer uma análise vertical e horizontal.


Para perguntas abertas é interessante fazer uma nuvem de palavras com os termos que mais foram respondidos ou com os principais sentimentos, pontos positivos ou negativos analisados nas respostas.


Com a análise pronta, é essencial apresentar os resultados para a empresa, pois assim mostramos transparência e vontade de melhorar, assim como compartilhamos com todos o que está sendo positivo e aumentando a moral da equipe.


É importante sintetizar a apresentação e destacar os pontos mais positivos e os pontos mais negativos tanto por tópico quanto por departamento.


Finalmente, completamos o ciclo de aplicação da pesquisa de clima... Só que não!



(Fonte: Giphy | Reprodução)

Após a aplicação e divulgação do resultado da pesquisa, o mais importante é o próximo passo que é Desenvolver Ações.


Ora... vamos pensar. Se a pesquisa tem o objetivo de identificar pontos de melhoria não é fundamental que sejam elaboradas ações para o alinhamento desses aspectos negativos e valorização e manutenção dos positivos?


Queremos que o bem-estar e a percepção do ambiente corporativo mudem para que comportamentos mudem, então recomendamos que logo ao término da divulgação de resultado já seja marcada a reunião para discussão e formulação de planos de ação para serem executados.


Por último, não esqueça de acompanhar e medir os resultados que as ações executadas geraram.


Para termos uma melhoria contínua, importantíssimo aplicar a pesquisa de clima de forma periódica e analisar se os pontos negativos obtiveram mudança de percepção e se os positivos se mantiveram.


Não há um intervalo fixo para que ela deve ser refeita. O tempo de aplicação entre uma e outra é o tempo necessário para fazer as análises, divulgar resultado, elaborar ações de melhoria e avaliar mudanças. Mas não recomendamos esperar mais do que seis meses.

Utilize o ciclo PDCA no processo de mudança, siga as respectivas etapas do método:


  • Planejar definir objetivos, atividades, metas e métodos;

  • Executar treinar equipe e colocar em pratica o previsto no plano;

  • Checar — monitorar, medir e avaliar os resultados da execução, são comparados ao planejamento e os problemas são registrados;

  • Agir Se os resultados forem favoráveis, as tarefas são mantidas, se ocorrer problema deve-se propor soluções para os problemas encontrados.

Assim, a correta utilização da ferramenta de Pesquisa de Clima, irá guiar melhor as ações do seu RH estratégico e atender mais rapidamente as necessidades de melhoria da sua empresa, ocasionando maior bem-estar, motivação e engajamento para sua equipe de trabalho, além de reduzir problemas como o turnover falado lá no início.


Prontos para colocar a mão na massa e turbinar o clima da sua empresa? Se precisar de uma ajuda em como estruturar essa pesquisa para a sua equipe de trabalho entre em contato conosco, iremos ajudar.


Bye! :)

8 visualizações

Posts recentes

Ver tudo