• João Calegaro

A importância do Fluxo de Caixa

Uma atividade que todo empreendedor deve fazer diariamente é olhar a quantidade monetária que sua empresa possui em caixa. Porém, quando você realiza essa tarefa e enxerga um determinado valor, você sabe nos responder quais foram as exatas saídas e entradas que a empresa teve nesse dia, semana ou mês? Sabe qual é a melhor data para realizar os pagamentos da empresa? Consegue negociar a data dos recebimentos de sua empresa para um dia mais estratégico? Sabe qual é a necessidade de capital de giro da empresa? Se a resposta da maioria dessas perguntas for não, esse conteúdo foi escrito para você.


Antes de partirmos para as respostas de cada uma das perguntas é necessário compreender como funciona o Regime da Caixa.



(Fonte: Treasy | Reprodução)




O que é Regime de Caixa?


Esse sistema é um regime contábil onde as entradas e saídas da empresa têm sua contabilização feita no exato momento da transação.


Um bom exemplo para pensarmos sobre o funcionamento desse regime é o seguinte:

Imagine que uma empresa x comprou determinado produto com um fornecedor x e optou por fazer o pagamento em duas parcelas, uma em 30 e outra em 60 dias. Nesse caso, com o regime de caixa, a compra com o fornecedor seria contabilizada apenas na data de pagamento da primeira parcela, ou seja, dentro de 30 dias. No mês seguinte, ao completar 60 dias, o outro lançamento seria realizado.


Há, também, outro regime contábil, o regime de competência. Ele é responsável pelo Demonstrativo do Resultado do Exercício (DRE), e pelo Balanço Patrimonial, mas isso é assunto para outro conteúdo. Um dos demonstrativos mais importantes originados através do Regime de Caixa é o Demonstrativo de Fluxo de Caixa (DFC).



O que é Fluxo de Caixa?


O fluxo de caixa é uma ferramenta que permite a visualização da movimentação de ingressos e desembolsos que o capital em caixa da empresa apresenta, resumindo, é a apresentação do que você recebe e do que você paga em seu negócio em determinado período. Sem um bom registro dessas informações de ganhos e despesas da empresa, vamos perdendo o controle do nosso dinheiro e dificultando a interpretações e a realização de algumas análises que são essenciais para a continuidade do negócio. Por isso, é importante mantermos uma rotina de registros bem detalhada de todas essas informações em nosso demonstrativo de fluxo de caixa, ou DFC.


Importante frisar que não basta termos apenas duas classificações, uma de ingressos e outra de desembolsos, é importante conseguirmos distinguir as diferentes origens de saídas e entradas de caixa. Se isso não for feito podemos nos encontrar no seguinte cenário:


Um empreendedor identifica que chegou a receber 150 mil reais em um trimestre, olhando dessa forma ele pode pensar que boa parte desse dinheiro foram originados das vendas da empresa. Porém, parte desses ingressos podem ter se originado por meio de aportes dos sócios da empresa, por um financiamento que a empresa buscou e por outros ingressos que não são operacionais. Enfim, se não conseguirmos separar as entradas e saídas de caixa em diferentes classificações não teremos certeza dos movimentos que nosso capital monetário realizou.



Qual é sua importância?


Um Demonstrativo de Fluxo de Caixa é importante, pois sem ele a organização financeira da empresa não é otimizada e é difícil responder se tivemos um resultado sadio de caixa em um determinado período.


A ferramenta também permite compreender quais são os resultados diários de entradas e saídas da empresa. Além disso, ela permite observarmos os resultados da empresa e analisarmos se a empresa deixou de pagar alguma conta por descuido.


A falta do DFC, também, inibe a empresa de realizar a projeção do fluxo de caixa. Esse forecast é importantíssimo para compreender o comportamento que o caixa da empresa vai ter nos próximos dias, meses ou anos e, ao analisarmos, conseguimos compreender se precisamos elaborar planos de ação para movimentar alguma data de pagamento ou de recebimento com o objetivo de trazer segurança para o nosso caixa. Essa previsão é feita com base nos dados oriundos do Demonstrativo de Fluxo de Caixa e com alguns outros relatórios de orçamentos da empresa.


Para a identificação da Necessidade do Capital de Giro da empresa é preciso ter bem elaborado o DFC, além de medir o Prazo Médio de Pagamento (PMP) e o Prazo Médio de Recebimento (PMR). Bora descobrir o que são esses indicadores.

O que é Prazo Médio de Recebimentos (PMR)?


O Prazo Médio de Recebimentos é um indicador que nos relata sobre o tempo que a empresa leva para receber o valor por determinada venda ou serviço feito.


Vários negócios realizam vendas a prazo de seus produtos e serviços, já que essa modalidade é um atrativo ao consumidor e pode incentivá-lo na realização no momento da compra. Porém, se o empreendedor não possuir um controle financeiro se torna difícil a identificação desse parâmetro.


Quanto menor esse prazo mais saudável será o caixa da empresa irá se beneficiar.


O que é Prazo Médio de Pagamentos (PMP)?


O Prazo Médio de Pagamentos é um indicador que nos relata sobre o tempo que a empresa tem para pagar as contas com seus fornecedores. Quanto maior for esse prazo mais saudável será o caixa da empresa.


Novamente, o cálculo desse indicador é altamente dependente de um bom Demonstrativo de Fluxo de Caixa e de uma rotina de controle financeiro qualificada



Conclusão


Há ainda outros indicadores como Necessidade de capital de giro, Ponto de equilíbrio… que dependem de a empresa possuir um bom controle de fluxo de caixa para serem identificados. Porém esses KPI’s serão mais comentados em um próximo conteúdo.


As empresas que negam a implementação de sistemas/ferramentas que a auxiliam na identificação desses números estão fadadas a possuírem pouco ou nenhum controle sobre suas finanças. O negócio deve possuir uma rotina de coleta e descrição das suas informações contábeis.


O fluxo de caixa é uma ótima ferramenta para começar a melhorar a sua gestão financeira, mas não é a única ferramenta necessária. Quer saber mais? Entre em contato conosco ou continue navegando em nosso blog.


12 visualizações

Posts recentes

Ver tudo